segunda-feira, abril 28, 2008

O desastre ambiental dos biocombustíveis... ou como nem tudo o que parece verde é!

Os biocombustíveis são um desastre ambiental, estão a agravar a fome no mundo e a contribuir ainda mais para ao aumento do efeito de estufa. Há já regiões do mundo onde se têm verificado revoltas pelo aumento generalizado dos cereais.
"(...) Se os biocombustíveis não podem ser produzidos em habitats virgens, ficam confinados à terra agrícola existente o que significa que sempre que enchermos o depósito do carro estaremos a tirar comida da boca das pessoas. Isto, por sua vez, vai conduzir ao aumento do preço da alimentação, o que estimula os produtores a destruir os habitats selvagens – florestas e tudo o resto – para os produzirem. Poderemos ficar descansados com a moralidade das nossas leis, mas os impactos vão ser os mesmos. Não há saída para isto: num planeta finito com alimentos limitados ou competimos com os famintos ou cultivamos mais terras. (...)"
Excerto de um texto de George Monbiot
Publicado no jornal GUARDIAN a 12 de Fevereiro de 2008 (clicar para ler texto completo)
O tema é amplamente comentado e debatido no BIOTERRA

1 comentário:

Tophe disse...

Discordo de você, quando generaliza a produção de biocombustíveis como o caminho para a elevação de preços de alimentos.
A maneira que produzimos nosso etanol não nos remete, hora alguma, ao modo de produção norte-americana, que se baseia no etanol de milho. No caso norte-americano, sim. Teremos um aumento nos preços das rações e de toda a cadeia de produção de carne.
Também é irreal essa idéia de que atacamos as florestas para o plantio de cana-de-açúcar de onde vem com uma tecnologia de ponta nosso etanol.
Nikolas